Entenda o que fazer quando o fornecedor não entrega o produto

Muitos têm dúvidas em relação ao que fazer quando o fornecedor não entrega o produto adquirido…

Durante a pandemia do Covid-19, as compras online sofreram uma popularização ainda maior, o que fez com que empresas e-commerce obtivessem um crescimento de 122% só em 2020.

O aumento da demanda, no entanto, fez com que o cumprimento do prazo de entrega ficasse mais difícil. E a gestão de fornecedores tornou-se extremamente rigorosa!

O consumidor só não pode exigir a entrega de um produto caso ele não seja mais fabricado e não exista mais no mercado.

Mas quando o fornecedor não entregar o produto, e tiver como enviá-lo, o consumidor tem o direito de exigir o cumprimento do serviço de acordo com o CDC (Código de Defesa do Consumidor).

Por isso compilamos os melhores insights para auxiliar você neste quesito. Confira à seguir:

Neste artigo, você verá:

    O que fazer quando o Fornecedor não entrega o produto?

    Quando o fornecedor de produtos ou serviços não realiza a entrega conforme o combinado, o consumidor tem direito à:

    • Aceitar um produto/serviço equivalente;
    • Ter o valor gasto estornado;
    • ou rescindir o contrato.
    quando-o-fornecedor-nao-entrega-o-produto

    O cliente ainda possui o direito de escolher qualquer uma das seguintes opções: 

    • Negociar com o vendedor em busca de um acordo em comum (seja esse acordo um estorno, um novo prazo de entrega ou até mesmo o recebimento de um produto, ou serviço oferecido pela empresa equivalente);
    • Entrar na Justiça com um pedido para exigir que o fornecedor realize o serviço de entrega dentro de um novo prazo, que será estipulado mediante sentença ou pague uma indenização ao consumidor.

    O que não pode ocorrer é o consumidor adquirir um bem ou contratar um serviço e sair no prejuízo por não cumprimento de quem vendeu.

    Procon e Juizado Especial Cível

    Quando o fornecedor não entrega o produto, o consumidor e o vendedor não chegam a acordo nenhum, o primeiro passo é acionar o Procon (a denúncia pode ser feita através da internet).

    Também é possível ingressar na justiça por meio do Juizado Especial Cível e exigir o cumprimento da obrigação do fornecedor ou o estorno do valor, pode inclusive exigir indenização por perdas e danos.

    Como encontrar fornecedores confiáveis?

    Boa estrutura — não apenas física, mas também organizacional — é um fator relevante na hora de escolher bons fornecedores para a sua empresa!

    Políticas e valores que respeitem o bem-estar social, meio ambiente e também os direitos humanos básicos são princípios básicos que você deve ter como primordial para fechar novas parcerias.

    A credibilidade é um fator extremamente importante na hora de buscar um bom fornecedor. Tenha isso em mente!

    É de extrema importância que você mantenha um alto nível de satisfação entre os seus clientes antes de você buscar fornecedores que vão te trazer novas vendas. 

    A relação entre o cliente e a empresa é essencial, então nunca o deixe desamparado, sempre garanta o melhor serviço ou produto possível, e saiba se comunicar com eles em caso de eventuais incidentes.

    Um preço justo para o seu produto passa diversas impressões aos seus clientes.

    Abaixo da média, por exemplo, pode passar a impressão de que a sua empresa não é tão séria, seu produto pode não ser tão bom, e até mesmo que a entrega não é feita com qualidade. 

    Acima da média, no entanto, também leva a problemas como menores vendas e afasta clientes que tenham um orçamento menor.

    O valor do produto deve ser bem pensado para fazer jus ao valor equivalente a quanto ele vale e que seja justo para o seu cliente além de diversas formas de pagamento.

    Ao abrir um negócio, é comum que os seus clientes possam ter dúvidas ou precisar de algum tipo de auxílio em alguns momentos.

    Para solucionar esse problema, é necessário montar uma equipe de suporte que conheça bem o produto e que saiba auxiliar o cliente em quaisquer dúvidas que ele possa vir a ter. 

    Também é importante que o suporte possa auxiliar em caso do produto vir com defeito de fábrica, e trabalhar o melhor possível para corrigir o erro (seja ao enviar um produto equivalente, realizar um reembolso ou até mesmo oferecer créditos para trocar por outros produtos).

    Os prazos — principalmente aqueles que dizem respeito às entregas — precisam ser claros como cristal.

    Durante a negociação, é necessário que um prazo seja estipulado para a entrega do produto (leve em consideração uma margem mínima de erro, claro). 

    Em caso de acidentes e maiores inconveniências, o cliente precisa ser avisado com certa antecedência e ser elaborada uma forma de ajudá-lo.

    Na maioria dos casos, o cliente é diretamente responsável por dar continuidade à sua produção e pelo seu sucesso no mundo dos negócios, então é importante obedecer aos prazos estabelecidos.

    Apesar de nos dias atuais ser essencial uma estrutura virtual para mostrar os seus produtos, como um portfólio, para saber o que a sua empresa oferecerá, é de suma importância uma estrutura real que seja capaz de levar o seu produto até o cliente.

    Em um mundo predominantemente digital, ainda existem parceiros comerciais que visam o uso de um portfólio físico, e às vezes se torna necessário levar o seu produto para esses parceiros para que eles possam investir no que você pode oferecer.

    Feiras do ramo de atuação, pesquisas, grupos de grande importância nas redes sociais, palestras acerca do assunto e, também, conhecer bem os seus concorrentes são ferramentas essenciais para se aprofundar ainda mais no seu negócio!

    É, também, através do networking que você conhecerá novas formas (de oferta, matérias-primas e outras estratégias que promovam o crescimento da empresa).

    Conte com a Cadastro Empresa

    A Cadastro Empresa é disponibiliza um portal, no qual é possível realizar buscas detalhadas, que auxilia na hora de realizar grandes cotações e negociações diretas.

    Uma lista de fornecedores brasileiros já estão disponíveis no Cadastro Empresa!

    Participe de feiras e acompanhe seu nicho

    Uma das melhores formas de montar uma lista de fornecedores que passam credibilidade e segurança na hora de conversar, ocorre durante as feiras para nichos específicos de negócios.

    Além disso, as feiras oferecem palestras e workshops, que promovem uma quantidade substancial de conhecimento sobre a sua área de atuação para que você possa crescer no mercado.

    Essa é uma ótima forma de encontrar bons fornecedores para seu negócio, pois nas feiras e eventos do seu nicho, sempre haverá stands de fornecedores, muito bem preparados para apresentar o que eles têm a oferecer e abertos à negociação.

    Observe as opções, avalie os preços e prazos, não tenha receio de ir de um em um e se informar, afinal, o seu negócio é muito mais importante.

    Procure por indicações

    Em vez de perder tempo com fornecedores ruins (aqueles que não possuem nenhuma indicação ou não são muito bem vistos na área), peça dicas para outros empreendedores que já estejam na mesma área de atuação.

    Esta é uma excelente alternativa para evitar possíveis contratempos.

    Faça engenharia reversa

    A engenharia reversa é o processo em que se analisa a estrutura de algo (como um sistema, por exemplo) e há uma tentativa de compreender o funcionamento desse objeto ou sistema, muitas vezes de modo a melhor elaborá-lo.

    Basicamente, utiliza-se da dedução para entender o funcionamento de algo ou de um sistema. 

    Uma excelente sugestão aqui é que concilie a engenharia reversa para estudar e analisar seu futuro parceiro comercial.

    Como posso aplicar a lógica da engenharia reversa na minha empresa?

    Muitas vezes o seu serviço ou produto não está alinhado à produção, pode ser um produto desatualizado e acaba por não emplacar em uma escala de produção maior. 

    É aí que entra a engenharia reversa: analisar de maneira geral o seu serviço ou produto e o seu modelo de negócio em busca da correção das falhas que possam provocar uma baixa na eficiência do que a sua empresa oferece. 

    engenharia-reversa

    Localizadas as falhas, é possível corrigi-las e colocar um novo produto no mercado, que não apresenta as falhas do produto original estudado.

    A engenharia reversa é uma estratégia de dedução utilizada quando se tem poucas informações sobre o assunto que está sendo analisado.

    Também é uma estratégia utilizada para adquirir maiores conhecimentos sobre a área atuada, a matéria-prima utilizada e até mesmo para obter-se novas ideias de como alavancar o seu negócio. 

    É através da engenharia reversa que temos como corrigir as falhas do produto original estudado que os projetistas não se deram ao trabalho de corrigir, e, portanto, lançar um produto novo (ou até uma versão melhorada do produto original).

    Conclusão

    Diante do exposto, vimos quais são as consequências enfrentadas quando o fornecedor não entrega o produto.

    É possível que o consumidor negocie com o vendedor para buscar uma resolução adequada, e até mesmo receba uma indenização em caso de não chegar a nenhum acordo com o fornecedor.

    Também vimos que para montar uma estrutura de negócios eficiente é necessário buscar dicas com quem já está na sua área de atuação e realizar uma boa pesquisa de fornecedores.

    Dessa forma será possível observar quais fornecedores passam maiores níveis de credibilidade para garantir uma melhor qualidade da entrega do produto.

    Também há uma maior possibilidade de o produto ser entregue dentro do prazo e, assim, aumentar o nível de satisfação dos seus clientes.

    Por consequência ficar em evidência na área além de obter um maior sucesso financeiro. E fiquem ligados que vêm novidade por aí!

    Bons negócios,

    Até próxima!

    Compartilhe:
    cadastro-empresa-newsletter

    Dicas e insights relevantes para auxiliar no crescimento do seu negócio!

      Deixe um comentário

      logo-cadastro-empresa-blog

      © 2013-2022 Cadastro Empresa

      Política de Privacidade

      Você já conhece nossas redes sociais?!