Fornecedor de Produtos: Do Atacado para a Revenda

Nenhum negócio funciona adequadamente sem que a empresa tenha um fornecedor de produtos ou serviços à disposição.

Esse pensamento é muito lógico, mas a realidade cruel é que nem todos os empreendedores dão a essa parte das atividades empresariais a devida atenção.

Toda empresa funciona em três grandes “etapas”: planejamento, execução e vendas, que é o resultado dos dois primeiros.

Cada uma dessas fases, por sua vez, abriga uma infinidade de tarefas a fim de que sejam realizadas por completo. 

Além do mais, cumprir as tarefas é o mínimo a se esperar de uma empresa bem-sucedida, uma vez que essas atividades devem ser empenhadas com otimização, para que não haja perdas.

O relacionamento com os fornecedores de produtos entra bem no meio de todo o processo.

É através deles que o gestor do negócio poderá mensurar e melhorar as compras feitas pela empresa.

Ao encontrar bons fornecedores que se adequam às necessidades da companhia, é possível fazer melhores orçamentos. Além de diminuir custos, isso leva ao ganho em longo prazo.

Tudo o que envolve os fornecedores de produtos ou serviços está ligado também ao bem-estar do cliente.

Em suma, quando um empreendedor tem uma boa lista de fornecedores e um bom contrato com cada um deles, ele ocupa uma posição estratégica privilegiada no contexto do seu nicho e, por conseguinte, da concorrência.

Confira a seguir o que são fornecedores de produtos e serviços e a importância desses tipos de empresa.

Veja também a diferença entre eles e todas as vantagens em cultivar um relacionamento entre a sua empresa e sua rede de fornecedores.

O que são Fornecedores de Produtos?

Fornecedor de produtos é a definição dada às pessoas ou empresas cujas atividades auxiliam outras empresas.

Um fornecedor de produtos geralmente se encarrega da matéria-prima ou dos insumos para que a empresa do outro lado da relação (a compradora) consiga funcionar.

Dessa forma, para que ofereça produtos e serviços ao consumidor final.

A forma de trabalhar entre os fornecedores de produtos mudou conforme as próprias empresas.

A revolução tecnológica fez a demanda dos consumidores aumentar, e isso influi diretamente na produção.

Logo, o modelo antigo, no qual o fornecedor era responsável apenas pela entrega de um produto ficou obsoleto.

Ainda existe esse tipo de fornecedor de produtos. Contudo, a tendência é que as empresas prefiram a qualidade sobre a quantidade.

Na prática, os empreendedores buscam cada vez por fornecedores aptos a participar das atividades de produção. 

As tarefas dos fornecedores tornaram-se sofisticadas e múltiplas.

Hoje em dia os fornecedores de produtos atuam muito mais em conjunto com as empresas que adquirem suas mercadorias. É um contrato de parceria.

A primeira corresponde aos fornecedores monopolistas, pois o seu produto é único no mercado e as empresas não têm alternativa que não seja recorrer a eles. Por exemplo, o produto ofertado é uma patente. 

Os fornecedores de produtos habituais representam um coletivo de pessoas ou empresas que vendem produtos similares.

Nesse caso, a concorrência é acirrada e melhores preços podem ser negociados. 

Por fim, há os fornecedores especiais. Seus produtos não são requeridos em períodos padronizados. Quando uma empresa necessita, entra em contato com esses fornecedores.

Qual a diferença entre Fornecedores de Produtos e Serviços?

fornecedor-de-produtos

É um erro pensar que todas as atividades empresariais giram somente em torno dos produtos. Até mesmo as fábricas carecem de serviços para funcionar.

Enquanto os fornecedores de produtos entregam mercadorias concretas, os de serviço trabalham para que a estrutura interna de uma empresa permaneça intacta e ativa.

Um fornecedor de produto provê a empresa com a matéria-prima e os insumos para a fabricação de um produto final.

Por exemplo, uma gráfica deve contar com os fornecedores de papel e tinta de impressora. Mas a mesma gráfica necessita de luz, telefone e internet: aí entram os fornecedores de serviço.

Benefícios de encontrar bons fornecedores para o seu negócio

Procurar e manter o relacionamento com fornecedores competentes é uma boa estratégia, a qual atinge todas as etapas das atividades empresariais.

Isso é verdade sobretudo no que diz respeito ao supply chain (cadeia de suprimentos). 

Um dos benefícios de contar com bons fornecedores se encontra já na fase de planejamento.

Ao traçar o seu próximo plano de negócios, o gestor da empresa já tem em mente os custos de toda a produção. 

Quando ele conhece os fornecedores, o cálculo é possível desde o início. É possível fazer bons orçamentos. Isso traz estabilidade de custos e despesas.

Outro benefício está ligado a todos os fatores da imprevisibilidade de uma empresa.

Por exemplo, quando ocorrem baixas no mercado ou até crises internas, é um alívio poder contar com fornecedores fiéis.

Eles funcionam como uma importante âncora até que a empresa se estabilize novamente.

Por fim, bons fornecedores de produtos, insumos e serviços são garantia de otimização na produção, o que gera volume mais concentrado de vendas.

Toda empresa deseja isso, pois é a fonte do lucro real. Produzir mais, vender mais, com menos tempo e menos desperdícios.

Como encontrar Fornecedores de Produtos?

Sair a busca de um bom fornecedor de produtos demanda estratégia semelhante à procura de clientes.

Pode soar estranho, mas esse processo ainda envolve “compra e venda”. Portanto, a primeira medida a se tomar é a pesquisa do nicho. 

Saber onde sua empresa se encontra no mercado, conhecer o produto e o público o levará a conseguir um fornecedor.

Afinal, é por causa dos produtos dele que a sua própria empresa poderá satisfazer clientes em momento posterior.

Pedir indicação de outros gestores também vale a pena. Afinal, é adquirir experiência e conhecimento pelo depoimento de outrem.

Você conhecerá pessoas e empresas bem indicadas dessa forma. Por outro lado, se desviará de um fornecedor de produtos cuja fama é de irresponsável e incompetente. 

Fornecedores costumam frequentar feiras e eventos, pois esses locais são a vitrine de seu negócio.

Um bom empreendedor sabe disso e busca parcerias nessas ocasiões.

Lá mesmo é possível estabelecer o primeiro contato e, ao lembrar de validar aquele fornecedor de produtos perante outros gestores de sua confiança, as chances de conseguir uma parceria duradoura aumentam.

Por fim, é preciso entrar em contato com o fornecedor de produtos e perguntar em detalhes sobre como será o futuro negócio.

Descubra se ele se encaixa nos padrões de eficiência e parceria.

Encontre os melhores fornecedores na Cadastro Empresa

lista-de-fornecedores-no-excel
Plataforma Oficial da Cadastro Empresa para Prospecção de Fornecedores e Empresas

A Cadastro Empresa se preocupa em atender de forma veloz e abrangente.

Por mais que haja muitas dicas e recomendações de cautela na hora de escolher um fornecedor de produtos, esse processo pode ser lento.

Isso é ruim, pois a velocidade é a característica que melhor define o mercado como um todo. 

Ao mesmo tempo que esse termo sintetiza muitos outros, também abrange o seu significado.

Isso ocorre porque existe um ciclo de oferta e demanda, no qual a empresa, por meio de marketing, cria e nutre as necessidades do público consumidor.

Este, por sua vez, precisa do produto “para já”. 

Se o cliente não se mostra interessado, a empresa tem prejuízos.

Por outro lado, se a empresa não atende às demandas em tempo hábil e com muita qualidade, o cliente insatisfeito se dirige à próxima empresa, pois o que nunca falta são opções.

Esse simples exemplo denota a urgência que permeia os dois lados desse relacionamento

É por isso que a Cadastro Empresa possui um banco de dados com o CNPJ de empresas de todo o Brasil.

Além disso, é possível encontrar um fornecedor de produtos por estado ou cidade. Por fim, você ainda pode integrar a sua consulta ao próprio banco de dados da Cadastro Empresa.

Isso permitirá um processo mais rápido, com informações mais completas.

Como selecionar o melhor fornecedor?

fornecedores

Agora que estão abertas todas as possibilidades de escolha de um fornecedor de produtos, o próximo passo é determinar os parâmetros dessa decisão.

O primeiro critério é o da “primeira impressão”. Observe a conduta do fornecedor e seu modo de operar. Por exemplo, o orçamento deve ser por escrito e contemplar o volume exato do pedido.

Outra forma de avaliar é compreender como o fornecedor de produtos aborda a questão do prazo. Tempo otimizado é sinônimo de conquistas para uma empresa.

Mas, desconfie de pessoas que oferecem prazos bons demais, ou que não estabelecem uma data fixa, com óbvios acréscimos relativos aos fatores de imprevisibilidade de uma entrega.

Finalmente, observe se a empresa fornecedora converge em valores com a sua.

Ter como parceiro um fornecedor de produtos que não acredita e não toma parte de seus princípios pode ser fatal para o posicionamento de sua empresa. 

Lembre-se que um fornecedor de produtos não é mais um “entregador”. Ele participa de decisões conjuntas que afetam o processo de compras de uma empresa.

É um parceiro. Logo, a mesma língua deve ser falada nas negociações.

Dicas essenciais para seleção de fornecedores

Além dos princípios citados, que se resumem em postura e valores, é uma boa ideia acompanhar mais dois detalhes no momento da seleção. 

O primeiro se relaciona à qualidade do produto. Uma noção intuitiva que, infelizmente, é desprezada por alguns empreendedores.

No ato de uma compra de produtos em atacado, o preço domina. Mas é necessário encontrar um fornecedor de produtos cuja oferta combina qualidade e bom preço.

Desconfie de preços muito baixos. 

Descubra como o fornecedor de produtos já atendeu, e atende, outras empresas. Se porventura a sua empresa passar por uma crise, a última coisa que você deseja é uma parceria com fornecedores que não têm compromisso.

Quando é rápido, humano e eficaz, o atendimento ao cliente pode até justificar o preço de um produto, insumo ou serviço.

Esse princípio deve ser visto como prioridade na hora de realizar a seleção de fornecedores para o seu negócio.

Como negociar com fornecedores?

negociacao-com-fornecedores

Cada vez mais, as características de negociação entre gestor de empresa e fornecedor de produtos é a colaboração. Portanto, os contratos devem ir além de uma compra.

É preciso flexibilidade para que o fornecedor de produtos seja parte da empresa, em um sentido

Em outras palavras, a colaboração envolve assumir riscos mútuos e investir um no outro.

Por mais que o fornecedor de produtos seja cobrado, o gestor da empresa deve fazer de tudo para garantir uma boa estrutura para que o outro trabalhe bem.

Por exemplo, os dois combinaram um prazo para entrega de maquinário pesado, mas o gestor não preparou o local para as máquinas a tempo. Isso acarreta em uma perda para o fornecedor.

Além disso,  as empresas, tanto a compradora quanto a fornecedora devem incluir mais do que o departamento de compras e entregas nas decisões.

É importante negociar pela inclusão de pessoas, operações e relações humanas. Qualidades que vão muito além do produto. 

Dicas para o gerenciamento de fornecedores

A virtude de bons negócios com fornecedores é a constância nas entregas. Mas para que isso aconteça, é preciso gerenciar cada um deles.

Realizar e construir um Gerenciamento de Fornecedores eficaz, é o plano inicial, o qual implica em profundo conhecimento dos objetivos da empresa.

Saber onde se quer chegar para escolher os parceiros adequados!

Organizar os setores é fundamental, pois negociações com fornecedores não ocorrem apenas na ocasião de entrega.

Além disso, é muito importante saber exatamente qual é o produto a ser adquirido. Somente desse jeito é possível verificar se a relação entre valor e preço que o fornecedor de produtos apresenta é justa.

Por último, mas com peso dobrado de importância, devem haver reuniões e planejamentos constantes contra imprevistos.

Simplesmente, eventualidades ocorrem e quanto mais o comprador e o fornecedor estiverem precavidos, maior será sua capacidade de diminuir prejuízos. 

Conclusão

Agora que você viu em detalhes os impactos da relação de uma empresa com o fornecedor de produtos, a hora é de rever todo o planejamento e alinhar isso com a seleção de parceiros. 

Cada Fornecedor de Produto irá apresentar prós e contras, por isso, pesquise o bem!

Cada parâmetro de qualidade apresentado é de valor supremo, pois quando não há colaboração genuína entre os dois pólos de um mesmo contrato, as perdas são certas.

Portanto, busque por uma lista de fornecedores, entre em contato e descubra se os valores são parecidos com os de sua empresa.

Assim, os processos serão otimizados e os ganhos serão para ambos. 

Bons negócios,

Até a próxima!

Compartilhe:

Deixe um comentário