Características de bons fornecedores: 8 Dicas para se tornar um bom fornecedor

Quais características definem bons fornecedores? Confira 8 dicas para se tornar um fornecedor relevante e indispensável para seus clientes, atribuindo valor e credibilidade para os seus negócios.

como-encontrar-bons-fornecedores

Há muito tempo que entregar nos prazos estabelecidos e ter um preço bom não são mais os únicos pontos importantes para bons fornecedores se tornarem relevantes dentro do mercado em que estão inseridos. 

As demandas dos clientes aumentaram, suas exigências são outras e o mercado cresceu exponencialmente nos últimos anos, o que aumentou a competitividade entre bons fornecedores. 

Para se tornar bons fornecedores é preciso estar atento não apenas ao mercado propriamente dito, mas também aos valores das empresas, ao que o público e o consumidor final têm como valor pessoal e crenças. E tudo isso tem um peso relativo na hora dos clientes buscarem por bons fornecedores

Hoje trouxemos 8 dicas para você se tornar bons fornecedores, indispensáveis e com referência dentro do seu nicho!

Crie sua Lista de Fornecedores e encontre empresas de qualidade e confiança para a sua estratégia de negócios.

Qual a importância em se tornar um bom fornecedor?

Se você possui um negócio que fornece serviços e insumos a outros empreendedores, é natural que você, como empresário, tenha uma visão de futuro e crescimento, certo? Mas, como e qual a importância de se tornar um bom fornecedor? Basta apenas seguir o básico e o “de sempre”?

Bom, em primeiro lugar você deve lembrar que os clientes, de um modo geral, buscam comprar de quem pode fornecer o melhor produto dentro do que procuram, com o melhor custo benefício, mas também levam em consideração outros pontos, como políticas e valores do negócio, a sustentabilidade, seu histórico, dentre tantos outros aspectos. 

Pensando nisso, se o seu desejo é aumentar sua demanda e entregas, busque entregar sempre o melhor, e não apenas em questão de produto! 

Tornar-se bons fornecedores, manter-se em alta no mercado e crescer devem estar como metas dentro do seu planejamento.

A área voltada para compras dentro do empreendedorismo é muito grande e possui visões estratégicas das quais os bons fornecedores devem estar atentos e ter também suas estratégias de venda, que estejam alinhadas às dos compradores. 

Parcerias com empresas, seja de pequeno, médio ou grande porte, são indispensáveis. É através dessas parcerias sólidas que você irá se tornar referência!

As empresas ao buscarem por novos fornecedores sempre vão optar por aqueles que têm relevância, que de certa forma tenham prestígio no mercado e já sejam conhecidas, caso você ainda não se enquadre nestes quesitos, não se preocupe, pois é possível formar clientela mesmo assim!

Portanto, tornar-se bons fornecedores é o que faz de você, e da empresa que você comanda, referência de nicho, mesmo que seja para pequenos empreendimentos! Comece da base, assim você poderá crescer cada vez mais.

Destaque-se em meio a concorrência 

melhores-fornecedores

Como já citamos, entregar apenas o básico já não é mais o suficiente para os clientes. Então, para além de entregas sempre no prazo e valores justos, um bom fornecedor precisa ter diferenciais e isso não quer dizer que você ou sua empresa precisam entregar mais serviços, mas que é preciso deixar claro algumas de suas políticas e ações, não apenas com a empresa, mas com a sociedade em geral. 

Ganhar credibilidade com seus clientes é um bom começo e, para isso, você precisa mostrar que seu negócio é correto, de confiança. Que você se preocupa com a sustentabilidade, não falando apenas da sustentabilidade ambiental, mas também ao bem-estar dos colaboradores e da sociedade. 

Deixe claro que segue boas políticas e que sua empresa possui responsabilidade ambiental e social! 

De forma direta ou indireta, bons fornecedores fazem parte da cadeia produtiva e da geração de valor do mercado, então, se preocupe também com o quesito financeiro. 

Bons fornecedores não deve ter grandes dívidas em seu nome, assim, os clientes não veem muitos riscos em investir no produto entregue por este fornecedor. 

Inadimplências financeiras são levadas em consideração de forma grandiosa no momento em que empresas estão buscando bons fornecedores, então, mantenha seu financeiro sempre em dia!

Buscar parcerias com empresas que estejam alinhadas aos valores do seu negócio enquanto fornecedor também é uma forma de se destacar! Além disso, saiba conversar e expressar suas necessidades e como você poderá entregar o melhor produto com o melhor valor de mercado para seus parceiros!

Invista em conhecimento! Tanto para você, enquanto gestor do negócio, quanto para seus colaboradores. 

Conhecer o produto, o mercado e o meio em que estão inseridos é de suma importância, afinal, um bom vendedor precisa conhecer muito bem seu produto e seu cliente. 

E o que seria você enquanto fornecedor, se não um vendedor e empreendedor em larga escalabilidade? E, quanto mais você souber, mais você poderá inovar nos seus produtos, certo? A Inovação e o Conhecimento devem estar sempre de mãos dadas com seu negócio.

Além disso, invista na divulgação da sua marca, empresa e produto! Como dizem “quem não é visto não é lembrado”, certo? Então, faça uma boa comunicação e propaganda, assim, você chegará aos seus clientes em potencial de forma mais rápida e concreta.

8 Dicas para encontrar bons fornecedores

A seguir listamos as dicas que você deve levar em consideração ao se tornar ou buscar melhorias como fornecedor. 

bons-fornecedores

1. Estrutura e produto

Apresentar uma boa estrutura de negócio, não apenas física, mas organizacional é muito relevante quando estamos falando de bons fornecedores. O cliente vai buscar por organizações bem estruturadas, que entreguem, mesmo que seja apenas um primeiro orçamento, um documento bem estruturado e organizado. 

O produto deve ser de qualidade, assim, o fornecedor garante que o cliente irá retornar e também indicar para as demais empresas. Então, independente do ramo do qual você está inserido, opte sempre por matérias-primas de qualidade, para que o seu produto também tenha a qualidade esperada pelo consumidor final. 

Ainda pensando na questão de matéria-prima, esteja sempre conectado ao que há de novo e sustentável, pois sabemos que, cada vez mais, o consumidor tem buscado por produtos que estejam alinhados à sustentabilidade ambiental. 

2. Política e valores

É muito importante ter políticas e valores que respeitem o bem-estar social, o meio ambiente e os direitos humanos básicos.

Muitas empresas ao buscarem por parceiros, colaboradores e bons fornecedores, procuram alinhar suas políticas e valores às daquelas pessoas, já que isso pode interferir diretamente na maneira como ela é vista, na sua imagem. 

Assim como os consumidores buscam por marcas que se alinham aos seus valores, as empresas também o fazem, mas dentro do mundo dos negócios. Uma empresa que se preocupa com a sustentabilidade ambiental, por exemplo, dificilmente irá procurar e contratar um fornecedor que tenha histórico negativo nesse sentido, pois sabe que os seus consumidores, provavelmente buscam sua marca também por esse quesito!

Manter boas políticas é um dos maiores pontos de atenção, por isso, dê bastante importância a esta dica!

3. Credibilidade

É muito importante manter um alto nível de satisfação entre sua agenda de clientes, preste muita atenção nisso! A credibilidade é um dos fatores que mais pesam na hora de empresas buscarem por novos fornecedores, por isso, para se manter no hall dos escolhidos, tenha em mente que você precisa estar positivo com os clientes que você já tem! 

Atenda-os e entregue o produto da melhor forma possível, em casos de eventuais incidentes, como atrasos ou aumento de valores, converse com seu cliente, explique, procure sempre uma maneira de ajudá-lo também, não o deixe “na mão”. Seu negócio depende dos seus clientes tanto quanto eles dependem de você, então faça com que essa relação seja uma troca equivalente e aumente a sua credibilidade.

4. Preço

Para precificar seu produto, você deve pensar em muitos fatores. Ter um preço muito abaixo da média pode significar muitas coisas aos olhos do seu cliente, dentre elas que sua empresa não tem, talvez, o melhor produto, não entrega com qualidade. Ou que o salário dos seus colaboradores seja muito baixo para que seu produto se pague e pague os custos da empresa, ou ainda, que você não busca lucros, ou não “leva a sério” o mercado.  

Da mesma forma, produtos com valores muito acima são questionados, pois não há, para o cliente, qualidade que possa justificar um valor muito acima da média, até por que, se ele optar por investir em um produto muito alto, também terá de aumentar o seu valor, o que talvez possa implicar em menores vendas ou entregas ao consumidor final. 

Então, considere valores que façam sentido para todos, para você e para seus clientes ou possíveis clientes. Pense sempre no quanto o seu produto vale, e forneça ele num valor que ele se pague e que, para o seu cliente, seja justo. É importante também pensar nas formas de pagamento que você vai adotar. 

5. Suporte e atendimento ao cliente

Ao abrir um negócio é necessário estar ciente de que seus possíveis clientes podem ter dúvidas ou precisar de auxílio em determinados momentos. Tenha uma equipe para dar suporte e atender seus clientes, como sua empresa fornecerá insumos, é natural que o cliente busque por mais informações, então também é importante que a equipe de atendimento e suporte conheça bem o produto que trabalham, para sanar quaisquer eventuais dúvidas que surgirem no consumidor.

Pode ocorrer também de algum produto apresentar defeito, então, se você deseja ser um bom fornecedor, esteja ciente de que precisará dar o melhor suporte a este cliente e encontrar junto dele uma maneira de corrigir o erro.

6. Prazos

Tanto para você quanto para o cliente, os prazos são de suma importância. No momento da negociação deixe claro para seu cliente o prazo que você consegue cumprir para entregar a matéria-prima, levando em consideração uma margem de erro, mesmo que seja pequena. 

Muitas vezes, o cliente depende diretamente do seu fornecimento para dar continuidade a produção, então, não deixe de cumprir prazos! Caso aconteça alguma inconveniência, avise com antecedência ao seu cliente e busque junto dele uma forma de ajudá-lo.  

7. Estrutura real e digital

É muito importante ter uma plataforma digital com seus produtos, mostrá-los aos seus clientes, ter um portfólio para que eles possam saber quais produtos você pode oferecer. Todavia, é igualmente importante que essa estrutura de “mostra” ou portfólio também seja real. Se você está iniciando, vá atrás de parceiros, leve o seu produto, mostre, coloque-o à vista de quem pode querer investir em algo que você possa oferecer! 

Mesmo que estejamos vivendo em um momento muito digital, ainda existem muitos empreendedores que buscam por portfólios físicos, então esteja atento a isto!

8. Network

Ter uma rede de network é muito importante, sobretudo se você deseja ser conhecido e estar sempre à frente! Participar de feiras do seu ramo, de pesquisas, de grupos é de grande importância, assim você poderá conhecer o que seus concorrentes estão oferecendo, criar com eles uma rede de conhecimento e assim, poder entrar cada vez mais afundo nos negócios. 

É também através do networking que você poderá conhecer outras maneiras de oferecer um produto, outras matérias-primas e assim, poderá se adaptar e inovar sempre!

CONCLUSÃO

Chegamos ao fim das nossas dicas, se você tem interesse em se tornar um fornecedor ou já é fornecedor de produtos, mas busca melhorias, leve em consideração todas as nossas dicas e continue acompanhando nosso conteúdo.

Amplie seus conhecimentos e confira sobre “Prospecção de Fornecedores”, e confira na íntegra onde e como qualificar fornecedores para o seu negócio. 

Um grande abraço, e até o próximo artigo!

Compartilhe:

Deixe um comentário

Lista de Fornecedores de todo o Brasil
Lista de Fornecedores de todo o Brasil
Lista de Fornecedores de todo o Brasil