Como Montar um Salão de Beleza Masculino

Como montar um salão de beleza masculino
Como montar um salão de beleza masculino

Confira neste artigo como montar um salão de beleza masculino. O setor de empreendedorismo ligado ao segmento de beleza no Brasil é um dos que mais cresce nos últimos anos. É fato que as pessoas vêm valorizando bastante o cuidado com a aparência e procurado cada vez mais serviços ligados à estética facial e por isso, cresceu tanto o número de novos negócios neste ramo.
E para quem quer investir neste segmento e não sabe como, uma boa dica é montar um salão de beleza masculino, podendo ser esta uma boa opção para quem quer investir pouco e obter sua renda mensal sendo o seu próprio chefe.

Um salão de beleza masculino é um dos modelos de ponto comercial considerado de serviços, pois não há venda de produtos e o objeto em oferta aqui é essencialmente o corte de cabelo, mas é possível ter outros serviços agregados de acordo com o porte da empresa. Um dos motivos que podem animar o proprietário a enveredar por este ramo é que também é um segmento que envolve um serviço básico e essencial, que é cortar cabelo. E quem não precisa cortar cabelo, não é verdade? Por isso, ele é tão importante e caso o serviço seja bem feito, não há forma de não ter clientes, nem que sejam esporádicos.

A vantagem que um salão de beleza masculino tem sob o salão feminino é que para os homens o corte de cabelo é necessidade e não apenas trato da beleza. Com isso, os clientes tendem a ser constantes e fiéis, às vezes mais que algumas mulheres que procuram o estabelecimento a cada dois meses. O cabelo masculino tende a ser considerado formal quando curto, por isso, homem precisa ir sempre a um cabeleireiro para que possa estar de acordo com as normas sociais. Em muitas empresas é considerado obrigatório o corte de cabelo curto, aumentando a frequência dos homens em salões, ao menos uma vez ao mês.

Existem dois formatos que são mais comuns para este ramo de empreendimento: um simples salão de beleza masculino para cortes de cabelo e serviço de barbeiro ou um salão de luxo que ofereça mais serviços do ramo de estética, considerados básicos e também extras como manicure, pedicure e depilação. Aqui, o empreendimento fica bastante semelhante ao segmento feminino e a concorrência é baixa, pois o homem é ainda um ser relativamente novo e com interesse crescente no ramo da beleza e de cuidados com a aparência. Em algumas cidades ainda nem existe tal modelo de empreendimento.

A escolha fica por conta de quem está investindo. Não deixe de planejar e fique atento aos documentos necessários para abrir uma empresa. Vamos a seguir mostrar o passo a passo de como montar um salão básico onde o serviço base é corte de cabelo e de barba.

Concorrência de um salão de beleza masculino

Este modelo de negócio é considerado tradicional e é bem comum em bairros sejam eles de baixo ou alto poder aquisitivo. Seus concorrentes mais fortes e constantes são


os salões de beleza mistos, barbearias e os que atendem apenas homens. Os salões de beleza femininos que atendem também mulheres são concorrentes fracos, uma vez que a maioria dos homens não se sente à vontade em um ambiente tão feminino e preferem cortar em locais específicos para ele.

Infelizmente, quanto menor o poder aquisitivo do bairro, maior a concorrência. Em bairros menores de periferia chegamos a encontrar mais de 20 salões de beleza femininos ou mistos, uns em frente ao outro ou lado a lado. Por isso, é importante driblar a concorrência com serviços ou pontos estratégicos, fora da ‘linha de fogo’.

Localização

Fique próximo a padarias, restaurantes ou pontos de comércio local como lojas de peças, material elétrico e de construção, em áreas com movimento e fugindo um pouco de seus concorrentes.

O ponto comercial ideal nem sempre é a chave para o sucesso de um salão de beleza, porque o que faz o cliente ir até tal empreendimento é um bom serviço. Caso não encontre um local para alugar ou comprar não precisa cair em desespero, não quer dizer que terá um fracasso iminente vindo por aí muito em breve. Opte por uma boa propaganda caso não tenha conseguido um ponto visível para ser considerado ideal. Outra dica para montar salões de beleza masculinos em bairros populares é optar por uma construção em casa, caso tenha um amplo terreno. É uma forma de se livrar do aluguel e fazer um investimento que pode futuramente servir como um ponto comercial para aluguel caso não funcione da forma que deseja.

Funcionários de um salão masculino

Na maioria das vezes, é o dono o próprio cabeleireiro, uma forma de economizar e ter certeza que o administrativo irá bem. Alugar um espaço e colocar um profissional pode não ser a melhor forma para este empreendimento, uma vez que um salário fixo pode não ser justo, baseado no fato que em alguns meses há sempre uma queda neste tipo de serviço e em outros um aumento repentino e a cobrança por atendimento trará um lucro baixo para ambos os profissionais, proprietário e cabeleireiro. Uma dica pode ser contratar profissionais diaristas para os dias de maior movimento como sábados e próximo a feriados.

Estrutura básica para montar um salão de beleza masculino

O que será preciso aqui para começar a trabalhar é bem simples: lavatório, cadeira de corte de salão de beleza que é padrão seja para o ramo feminino como o masculino, espelho, sofá ou cadeiras para os clientes em espera. No mais, apenas uma mesa para colocar os artefatos de corte como tesouras, pentes e navalha.

A cadeira de corte pode ser comprada em lojas apenas para proprietários de salão, presente em diversas cidades, como também pela Internet. O valor varia em torno de R$ 200, não muito mais que isso. Uma boa notícia para animar o empreendedor é que o investimento inicial para montar um salão de beleza masculino é baixo, podendo sair em média por R$ 5 mil, não muito mais que isso e até menos se for usado o modelo bairrista.

Gostou das dicas para montar um salão de beleza masculino? Comente!