A administração é um dos assuntos mais abordados nos dias de hoje. O mundo dos negócios está cada vez mais competitivo e turbulento, exigindo dos gestores competência e agilidade para lidar com tantas mudanças e desafios. 

Nesse contexto, estar antenado às tendências de mercado é pré-requisito para que todas as empresas, independente do tamanho e do ramo de atuação, consigam se destacar perante seus pares e prosperar no mercado.

Os gestores conseguem analisar as possíveis mudanças de mercado de diversas formas. A principal delas é estudar constantemente a concorrência, os hábitos do consumidor e as novas tecnologias. Assim conseguirá adaptar os processos da empresa e suprir as devidas necessidades. 

Para facilitar essa análise mencionada acima, o presente artigo pretende apontar as tendências mais esperadas e apostadas no mercado. Segue abaixo.

Marketing Digital

A preocupação pelo marketing no ambiente online é cada vez constante no mundo corporativo. Marcar presença nas plataformas digitais é uma forma de garantir visibilidade à empresa, já que o número de usuários de internet cresce dia a dia. 

A tendência de evolução e valorização do marketing digital é tão forte, que progressivamente as empresas tendem a buscar desenvolver seu próprio marketing digital, economizando dessa forma custos com empresas terceirizadas da área.

A procura por cursos de marketing digital por parte das empresas tem crescido de forma representativa. Isso mostra a intenção das corporações em qualificar seus colaboradores nesse quesito, evitando assim a terceirização do serviço.

Existem algumas estratégias e ferramentas que já são muito utilizadas, e a tendência é que se desenvolvam ainda mais com o passar do tempo. 

O Search Engine Optimization (SEO), por exemplo, é um conceito que engloba várias estratégias que tem como objetivo principal otimizar os resultados de busca de um determinado site.

Os custos de mídia estão cada vez mais altos, e isso faz que a exposição orgânica ganhe cada vez mais importância. Além da economia, esse tipo de pesquisa é extremamente eficaz.
Existem outras ferramentas digitais que estão em evidência e a tendência é que se desenvolvam mais com o passar do tempo. As pesquisas de voz, a utilização dos chatbots e as redes sociais são exemplos. 

Tecnologia da Informação

A tecnologia da informação evolui progressivamente, lançando novidades diárias no mercado. As empresas que não acompanharem essas inovações ficarão para trás perante a concorrência, e provavelmente não conseguirão permanecer no mercado. 

A tendência é que os modelos de negócios, as relações profissionais, bem como o modo como lidamos com os meios de comunicação e plataformas digitais passarão por diversas alterações. Cabe às empresas se atualizarem e tirarem proveito de toda essa evolução.

Com a tecnologia tão em evidência nos últimos tempos, é essencial para as empresas ficarem a par das tendências dessa área para então poder inovar seus produtos e serviços.

Gestão do Conhecimento

Este conceito diz respeito às ações praticadas pelas empresas, com o intuito de incentivar e disseminar os conhecimentos já praticados e os almejados para que a empresa prospere.

As organizações que detêm um grau maior de conhecimento são mais produtivas e valorizadas. Elas conseguem estar na frente de seus concorrentes e agregar mais valor aos seus produtos finais.

Apesar de já ser uma prática reconhecida em muitos estabelecimentos, espera-se que ela seja cada vez mais valorizada no mundo dos negócios. 

Quanto mais antiga uma empresa, maior a quantidade de conhecimentos acumulados. Para fazer bom uso desses conhecimentos, as informações devem ser armazenadas e disponibilizadas de forma fácil, funcional e utilitária.

Um conceito bem em evidência nos dias de hoje e que tem relação direto com a gestão do conhecimento são as equipes autogerenciáveis. Este conceito está ganhando espaço no mercado e tende a deixar os colaboradores mais autoconfiantes, comprometidos e motivados. Eles compartilham entre si os conhecimentos adquiridos e experiências vividas.    

Para absorver essa tendência e implantar a gestão do conhecimento, é necessário primeiramente que a empresa desenvolva um ambiente que estimule a inovação, o aprendizado e a troca de informações entre os colaboradores. Somente assim, a busca pelo conhecimento entre os membros da organização fará parte da cultura empresarial.

Sustentabilidade e Responsabilidade Social

Esta é mais uma tendência fortíssima no mundo corporativo. O mercado está cada vez mais competitivo e transparente, e empresas que são socialmente responsáveis ganham a confiança do clientes, dos fornecedores e dos investidores. 

A preocupação da sociedade com o meio ambiente e com os demais aspectos sociais garante destaque e reconhecimento das empresas que se preocupam com essa prática. 

Como consequência dessa valorização, é crescente o número de organizações que buscam agir de forma ética e socialmente responsável nos seus negócios. Uma notícia que contrarie essa prática é capaz de denegrir uma companhia a ponto de levar a mesma a falência. 

Nesse contexto, agir de forma sustentável e socialmente responsável não é mais uma opção para as empresas, e sim um ponto estratégico crucial capaz de garantir a sobrevivência da empresa.

Quando a empresa pretende se manter no mercado, ela deve se preocupar não só com os aspectos econômicos envolvidos, mas também com os quesitos sociais e ambientais. 

Aumento de Micro e Pequenas Empresas

As Micro e Pequenas Empresas são responsáveis por uma fatia bem considerável do PIB brasileiro e também pela empregabilidade da maior parte da população de nosso país. 

Pesquisas indicam que o empreendedorismo no Brasil vem crescendo anualmente, e a tendência é que essa realidade se mantenha nos próximos anos. Se assim for, será ótimo para a sociedade e para a economia do país.

As micro e pequenas empresas vivem uma nova época. Hoje as condições econômicas para a abertura de um novo negócio são melhores e mais propícias ao pequeno empreendedor. Constatamos o surgimento constante de novas startups e novos negócios.

A criação do Supersimples foi um marco de extrema importância nessa área, pois facilitou a vida do pequeno empresário. Impostos diversos foram unificados em apenas um pagamento, tornando a carga tributária mais reduzida e o processo menos burocrático. 

Pensa em abrir uma empresa? Confira aqui dicas de como montar seu plano de negócio e dicas de como torná-lo lucrativo.

Reengenharia e Downsizing

É um redesenho geral das estruturas organizacionais e administrativas de uma empresa, com o intuito de manter a sua competitividade no mercado. É um processo que busca repensar e aprimorar todas as formas de trabalho e processos da organização.

Para que a reengenharia seja realizada de forma efetiva, é necessário num primeiro momento definir a real necessidade da empresa, para então estabelecer os pontos que devem ser avaliados e otimizados.

Geralmente a reengenharia é realizada com o objetivo de reduzir custos, diminuir o tempo das atividades quotidianas e melhorar a qualidade dos produtos e serviços prestados.

A reengenharia pode apresentar resistência por parte dos colaboradores, que criam resistências com as mudanças propostas. Cabe à empresa contornar esse empecilho, convencendo todos sobre os reais benefícios deste novo sistema.

O Downsizing também é uma prática que causa desconfiança e insegurança dos colaboradores. Este conceito está diretamente relacionado à reengenharia, pois envolve um achatamento na estrutura organizacional. Busca diminuir a burocracia da empresa e manter a organização a mais “enxuta” e eficiente possível. Prevê ,muitas vezes, o corte de certos cargos e a diminuição do número de colaboradores da empresa.