Planejamento Financeiro: O que é e como organizar o planejamento financeiro do seu negócio

Neste artigo vamos te orientar como montar um planejamento financeiro pessoal e empresarial, continue lendo este artigo para aprender.

Queremos que você termine de ler este artigo sabendo como montar seu próprio planejamento financeiro.

Este conteúdo está bastante rico de informações que são totalmente necessárias para você montar um bom planejamento financeiro, seja pessoal ou empresarial.

Mas antes, vamos saber o que é planejamento financeiro e a diferença do empresarial para o pessoal, continue lendo.

O que é um planejamento financeiro?

Existem dois tipos de planejamento, o financeiro pessoal e o empresarial, os dois têm o mesmo objetivo que é montar uma estratégia para entender, organizar e tomar decisões para sua empresa ou sua vida financeira pessoal.

O planejamento financeiro pessoal:

Esse plano financeiro organiza certas ações para alcançar determinadas metas, o que dependerá do que você precisa, seja para quitar dívidas, conseguir pagar as contas nos dias certos, comprar algo que você queira, por exemplo, um carro ou uma casa, sendo ótimo para ter um controle financeiro pessoal.

Porém, infelizmente, não temos muito conhecimento sobre a nossa vida financeira porque não costumamos falar ou estudar sobre isso.

Algumas pessoas precisam da ajuda de um profissional para fazer um planejamento financeiro, então, seria bom você estudar sobre ou optar pelo profissional para te ajudar.

Planejamento financeiro empresarial:

O plano financeiro empresarial é um pouco parecido com o pessoal, a diferença é que quando sabemos o gasto mensal, planejamos as despesas dos próximos meses, mas sempre procurando formas de melhorar os nossos gastos e utilizar os recursos financeiros de forma responsável para não faltar dinheiro.

O planejamento financeiro é fundamental para uma empresa. Para saber a saúde do seu negócio e sempre procurar investimentos que sejam seguros, se precisar, contrate alguém para auxiliá-lo.

Para montar um plano financeiro, vamos te dar algumas dicas, para o pessoal e o empresarial.

Dicas para montar um planejamento financeiro pessoal

● Comece organizando as contas pessoais: 

Essa é uma exigência básica para o seu planejamento ser uma boa tática, você pode até pode fazer uma coisa mais simples, que é anotar em um caderno, nele você pode colocar o dinheiro que tem para pagar as contas e claro, suas despesas.

Ou se você preferir, pode optar por uma planilha, a do Excel é sempre a mais escolhida para esses casos.

● Planilha de controle mensal, Excel:

É uma forma simples para você que prefere optar por algo mais prático do que o caderno. Existe uma variedade de modelos de planilhas, alguns oferecem gráficos para observar melhor os gastos e a sua receita.

planejamento-financeiro

Em qualquer tipo de planilha, lembre-se de detalhar bem os gastos, evite colocar como “outros”, por exemplo, se você não lembrar o que é esse “outros”, você não saberá o que está gastando ou o que está te dando receita.

Uma última dica importante: o cartão de crédito é uma forma de pagamento, se você o utiliza no supermercado, o gasto precisa entrar na categoria supermercado, e não em cartão de crédito.

Para utilizar uma planilha do Excel online e gratuitamente, clique aqui.

  • Aprenda a lidar com o dinheiro:

É um pouco incomum falarmos sobre dinheiro com as nossas famílias, por isso, quando montamos um planejamento é um pouco mais difícil porque não temos noção de como lidar.

Pense que aquele dinheiro te dará a liberdade para ter algo com o qual sonha muito e ainda te oferecerá bastante independência.

  • Planeje seus objetivos e projetos financeiros:

Às vezes, guardamos dinheiro para algum momento, independente do quanto vai demorar, mas às vezes quando guardamos esse dinheiro, não conseguimos ver a evolução.

A questão de poupar dinheiro não é aconselhável, pois não é uma estratégia que funciona, então às vezes é melhor investir do que apenas poupar o seu dinheiro.

Por isso, tente investir seu dinheiro, pois pode render muito mais e valer mais à pena.

  • Conhecimento financeiro pessoal é algo rentável: 

A educação financeira não é só falar de dinheiro e preencher planilhas, na verdade, é sinônimo de liberdade.

Quando entendemos mais sobre a educação financeira, temos mais consciência na hora de gastar e administrar nosso dinheiro.

Com o planejamento, conseguimos ver que existem opções baratas e rápidas. A educação financeira é muito importante porque com ela, aprendemos a valorizar recursos e conseguimos aprender que é possível construir algo, porém, cada vez com menos.

  • Mude alguns hábitos para montar um bom planejamento:

Esse tópico é essencial para quem quer adotar a educação financeira como estilo de vida e evitar os gastos desnecessários. A educação financeira mostra que somos felizes com conquistas pessoais, e não por “ostentação”.

  • Use a técnica de economizar seu dinheiro periodicamente:

Já entendemos que a educação financeira te ajuda a construir seus patrimônios. A economia periódica é quando você revisa e aprimora sempre seu planejamento financeiro.

Sempre economize e invista, para isso, separe um período no ano para verificar tudo desse planejamento.

  • Sempre confira seus investimentos e seu controle financeiro pessoal:

Como citamos anteriormente, o planejamento deve ser revisado durante todo o percurso, pois é muito importante acompanhar seus investimentos.

Mas cuidado para não agir por impulso na primeira oportunidade que seu investimento mudar.

  • Adapte-se a sua vida financeira:

Essa última dica é muito importante, pois você precisa entender o limite da sua vida financeira para não ultrapassar suas condições.

Antes de qualquer decisão envolvendo seu planejamento, confira se o gasto de hoje não fará falta no mês seguinte. Evite os gastos desnecessários.

5 Dicas para montar um Planejamento Financeiro empresarial

  • Pesquise a sua situação atual:

É importante você ter uma noção de como está a saúde financeira da sua empresa, até para saber por onde começar. 

Levante todas as informações necessárias para saber o quanto você tem disponível para investimentos e o quanto de gastos excessivos possui.

Todas essas informações serão um norte para o seu planejamento empresarial, então essa é a primeira dica porque sem essas informações, você não vai ter a noção do que precisa de ajuste.

Conheça também algumas ferramentas que vão lhe ajudar a prospectar mais clientes para sua empresa

  • Defina seu objetivo:

Após reunir todas essas informações, você vai focar em definir onde você quer chegar. Por exemplo, qual o faturamento a sua empresa deve atingir, qual é o seu limite de despesas, o quanto deve economizar, etc.

Para isso, é interessante você anotar todas essas metas, em uma planilha também ou em outro lugar, fica a seu critério.

  • Crie um plano de ação:

Após definir os objetivos, agora é hora de realizar um plano de negócios para alcançar esses objetivos. Uma boa opção é criar uma equipe para isso, cada um de um departamento diferente, pode misturar o pessoal do marketing, RH, financeiro, produção, etc.

Por isso, crie um mapa definindo o que precisa fazer para conseguir esses objetivos definidos.

  • Elabore um orçamento anual:

Para o seu planejamento anual, opte por uma ferramenta que seja detalhada nos orçamentos e nas metas possíveis.

Esse plano é ideal, porque é completo e adequado para conferir as suas despesas e se os seus investimentos estão dando certo, isso vai te auxiliar a acompanhar os números do ano e ver se o objetivo está perto ou está longe.

  • Crie cenários alternativos:

Por mais que tentemos, precisamos contar com os números positivos ou negativos, então, elabore um plano que seja otimista e outro pessimista.

Assim, se algo acontecer, você já terá um plano em mente.

Como manter meu planejamento financeiro?

  • A mudança às vezes é necessária para o seu planejamento: os números às vezes podem não ser tão agradáveis, mas não esqueça que os números não mentem. Quando os números não estão tão positivos, é interessante você realizar algumas mudanças, como recusar alguns convites de amigos, etc.
  • Regra 50-30-20: essa técnica serve para quem não faz a menor ideia por onde começar. Essa técnica funciona assim: 50% da sua renda mensal deve ser dedicada aos seus gastos fixos, como alimentação e moradia. 

As despesas que são para o estilo de vida e conforto podem representar até 30% da sua renda e os últimos 20% são para emergência que é sempre necessária.

Apps para te auxiliar no planejamento financeiro.

  • Contas online: essa é uma plataforma brasileira e gratuita para o planejamento empresarial ou pessoal.
  • Minhas economias: essa plataforma permite que organize o controle do seu planejamento de forma simples.
  • GuiaBolso: essa é uma das plataformas mais utilizadas para o planejamento pessoal, o diferente dessa plataforma é que ela oferece integração aos bancos de cada usuário.
  • Organizze: essa plataforma é mais simples, bem bonita e fácil de usar.
  • Expense IQ: essa plataforma registra e organiza suas despesas, te ajuda a não esquecer o dia de vencimento das contas e fornece um lembrete para você não pagar juros.
  • Grana: essa plataforma é perfeita para você que quer seu planejamento financeiro na palma da mão e é bem simples e amigável.

Conclusão

Após aprender tudo sobre planejamento financeiro pessoal e empresarial, você já pode montar o seu próprio planejamento do seu jeito e da forma que você deseja.

Lembre-se de seguir nossas dicas e conferir outros artigos que temos disponíveis.

Se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários ou entre em contato conosco.

Até o próximo artigo!

Compartilhe:

Deixe um comentário