Legrand Enfrenta Desafios e Riscos de Disrupção na Cadeia de Fornecedores no RS

Unidade em Caxias do Sul é Pilar da Produção da Legrand no Brasil e Enfrenta Desafios Pós-Chuvas

fábrica da Legrand, disrupção na cadeia de fornecedores

A fábrica da Legrand em Caxias do Sul, a maior do grupo francês no Brasil, tem um papel crucial na produção de sistemas elétricos e digitais. Responsável por 70% da produção e 85% da receita no país, essa unidade não foi diretamente impactada pelas chuvas que afetaram o Rio Grande do Sul, mas enfrenta desafios indiretos significativos.

Embora a localização geográfica tenha protegido a unidade de inundações severas, a empresa está agora focada em mapear os principais problemas enfrentados pelos clientes nas regiões mais afetadas pelas chuvas. Há um receio crescente de que a retomada das atividades no estado possa causar disrupções na cadeia de fornecedores.

Impactos na Produção e Logística

A unidade de Caxias do Sul teve uma linha de produção interrompida por três dias devido à falta de componentes, mas, de modo geral, a fábrica conseguiu manter suas operações. Daniel Tatini, presidente da Legrand no Brasil, explicou que as rotas logísticas para abastecimento e distribuição dos produtos de Caxias não sofreram interrupções, permitindo que a empresa continuasse operando quase normalmente.

Os centros de distribuição localizados no Rio Grande do Sul, porém, enfrentaram perdas, que só agora começam a ser avaliadas conforme as águas recuam. A empresa possui ainda fábricas em Manaus e Belo Horizonte, diversificando assim sua capacidade de produção e mitigando riscos de interrupção total.

Apoio aos Funcionários e Comunidade

A Legrand também está focada em apoiar seus funcionários e a comunidade local. Tatini destacou que muitos colaboradores da unidade de Caxias do Sul tiveram parentes ou amigos com casas alagadas. Embora três empregados tenham tido suas próprias casas parcialmente alagadas, a situação é mais grave em outras regiões do estado, onde 16 colaboradores relataram impactos significativos em suas famílias.

O cuidado inicial foi com o público interno durante o momento mais crítico. Agora, a atenção se volta para a realidade dos clientes e fornecedores. Tatini ressaltou a necessidade de entender as diferentes situações enfrentadas pelos clientes. Alguns perderam todo o estoque e precisam de apoio para retomar as operações, enquanto outros não perderam mercadorias, mas enfrentam desafios econômicos devido à desaceleração do comércio local.

Disrupção na Cadeia de Fornecedores

Do lado dos fornecedores, a maioria está localizada em Caxias do Sul e não sofreu grandes impactos. No entanto, Tatini adverte que a verdadeira extensão dos danos só será conhecida quando as águas baixarem completamente. Alguns fornecedores já precisaram de uma atenção maior, e a preocupação é que a retomada possa gerar encomendas acima do normal, desestabilizando a cadeia de suprimentos.

O executivo assegurou que, no momento, não há risco de falta de produtos Legrand. O fluxo de compra de componentes e matéria-prima deve continuar no ritmo normal, evitando especulações que não ajudariam a região. A estratégia é manter a estabilidade sem provocar picos de demanda que possam complicar a situação.

image

Esquema de Doações e Apoio à Comunidade

Para ajudar a população gaúcha afetada pelas chuvas, a Legrand implementou um esquema de doações nas unidades de Minas Gerais e na sede em São Paulo. Avaliou-se que transportar ajuda de Manaus seria inviável logisticamente. A cozinha industrial da fábrica de Caxias do Sul também entrou em ação, produzindo refeições para distribuição nas cidades atingidas.

Uma história inspiradora emergiu durante esse período: um colaborador do comercial da empresa já estava ajudando a preparar refeições em uma igreja local para cerca de 300 pessoas. A Legrand passou a colaborar financeiramente com esse esforço, aumentando a produção para atender 500 pessoas.

Essa mobilização interna e externa da Legrand demonstra um compromisso profundo não apenas com seus negócios, mas também com o bem-estar dos funcionários e da comunidade local. Com um enfoque equilibrado na manutenção da produção e no apoio humanitário, a empresa navega os desafios impostos pelas chuvas no Rio Grande do Sul, reforçando seu papel como líder responsável no setor.

© 2013-2024 Cadastro Empresa

Política de Privacidade

Você já conhece nossas redes sociais?!