6 dicas para novos empreendedores

Por conta da pandemia, o número de empreendedores subiu bastante, porém é importante para esses novos empreendedores saber algumas dicas essenciais.

Sabemos que por conta do coronavírus, tivemos que nos adaptar, principalmente as pessoas desempregadas.

Para conseguir uma renda, essas pessoas buscaram como solução abrir seu próprio negócio.

Se você souber administrar bem, você consegue crescer bastante, mas você conhece as dicas essenciais que você, o novo empreendedor, precisa saber? 

Vamos te ajudar a entender de forma clara e simples.

O que é empreendedorismo?

Empreendedorismo é o ato de empreender, fazer algo diferente e novo dentro de um mercado, de uma empresa ou sociedade.

Esse termo se refere a buscar novas oportunidades na base da criatividade e inovação. 

Dicas que os novos empreendedores devem saber

  • Tenha parceiros confiáveis:

Sempre que possível, procure parceiros diversos, não apenas em termos de gênero, mas sim, de conhecimento, experiências, etc.

E claro, escolha parceiros que você conheça e confie bastante, porque para abrir um negócio, é bom ter o apoio das pessoas que você conhece e podem te ajudar.

  • Aposte em aprimorar seu conhecimento e dos seus parceiros:

Claro que no mundo do empreendedorismo, e em qualquer lugar da vida, teremos falhas, por isso, aposte em treinamentos e cursos para você sempre estar renovando seu conhecimento, coloque seus parceiros nisso também, para aprimorarem o conhecimento deles. Aposte em treinamentos para sua equipe!

  • Respeite o networking profissional:

A maioria dos novos empreendedores tem suas dúvidas sobre o networking, mas ele é muito importante porque deixa sua lista de contato mais robusta. 

Aposte em um marketing eficiente para deixar sua marca conhecida e ainda crie algumas relações que podem virar parcerias, oportunidades de empregos, etc.

  • Aceite o fracasso, é normal:

Quando começamos algo novo, nunca pensamos nas coisas que podem dar errado, porém, imprevistos acontecem, por isso você que é empreendedor deve perceber o que deu errado e seguir em frente.

A melhor opção nessa situação é aceitar esse fato e utilizá-lo como um aprendizado, já que podem surgir soluções em cima desse imprevisto.

  • Cuide da sua saúde financeira:

É um grande problema se a sua empresa já estiver em uma fase ruim, por isso, sempre confira suas finanças para não ter mais imprevistos.

Evite pensar que se você não tiver o dinheiro do pagamento dos funcionários, eles irão ou precisam entender. 

Pelo contrário, você precisa tomar cuidado com esse aspecto e ter responsabilidade.

  • Pense na vida pessoal:

Cuidado para não deixar o foco apenas no trabalho e sua vida pessoal ficar totalmente de lado, aproveite seu tempo livre para conseguir voltar ao trabalho, relaxado e super bem.

Evite levar os seus problemas de trabalho para dentro de casa, e não esqueça que você ainda tem família, amigos e hobbies que precisam de você.

Quais tipos de empreendedorismo existem?

homem-lendo-jornal-de-novos-empreendedores

Você até pode pensar que só existe um tipo de empreendedorismo, mas, na verdade, há uma variedade, vamos te mostrar quais existem e como eles são.

  • Social
  • Digital
  • Público
  • Franqueado
  • Corporativo
  • Informal
  • Individual
  • Cooperado
  • Social:

Essa categoria visa melhorar a qualidade de vida das pessoas, podendo ser lucrativo ou não.

Um exemplo dessa categoria é o GRAACC, eles atuam no diagnóstico, ensino, pesquisa e tratamento do câncer infantil.

  • Digital:

São as vendas pela internet como as vendas de roupas, móveis, acessórios, etc.

Fica ao seu critério ter o seu próprio site ou usar plataformas como a OLX. 

Se você quiser, também pode optar pelas redes sociais, escolha a melhor opção para você.

  • Público:

Um exemplo desse tipo de empreendedorismo é a Fiocruz, que está vinculada ao Ministério da Saúde.

Sua intenção é conseguir promover a saúde e o desenvolvimento do Brasil.

Além desse exemplo, tem outras opções que você pode pesquisar, como Correios, INSS, etc.

  • Franqueado:

Exemplos do empreendedorismo de franquias são Fisk, Renner, McDonald ‘s, etc. Nesse sistema, o dono vende ao franqueado o direito do uso da marca.

Com isso, ele recebe determinada porcentagem do faturamento do mês de cada uma das lojas, se você não quiser abrir agora sua empresa, pode optar por investir, lembre-se que é possível começar com R$19 mil reais.

  • Corporativo:

Esse modelo de empreendedorismo é bastante usado nas empresas já existentes.

Neste caso, existe um certo risco porque você trabalha exclusivamente criando  soluções com bastante criatividade e inovação, apenas para essa empresa.

Um exemplo disso é o Google que permite que seus funcionários tenham projetos individuais, com isso, surgiu a criação do Gmail.

  • Informal:

Neste modelo entram os motoristas de aplicativos e os ambulantes. 

Eles não têm um vínculo direto com a empresa que trabalha, você é o seu próprio patrão.

Você faz seus próprios horários e não paga impostos pela atividade exercida. 

Os pontos ruins são a instabilidade do salário e ausência de direitos trabalhistas, como as férias.

  • Individual: 

Neste modelo entram o EI e o MEI, que são os empresários individuais e os microempreendedores individuais.

O MEI atua por conta própria, como um cabeleireiro, por exemplo. 

O MEI não pode ter mais de um funcionário, ou seja, é uma boa alternativa para quem precisa trabalhar em casa, mas não esquecendo que precisa ser de uma forma profissional.

O EI é bom para quem está começando do zero, seja atuando sozinho ou com uma pessoa só ajudando. 

Pode começar por um salão de beleza, uma padaria, etc.

  • Cooperado:

Vamos começar com um exemplo para ficar mais claro, pense em uma cooperativa agrícola que é mantida por contribuições mensais dos associados e que utiliza esse dinheiro para fortalecer a atividade dos membros.

Esse modelo é mais comum na agricultura.

Melhores séries para os empreendedores:

Para os amantes de séries, selecionamos algumas que envolvem o empreendedorismo para você se aprofundar mais.

  • House of Cards:

Essa série produzida pela Netflix envolve fortes negociações no mundo político. 

Nela, a estratégia é muito importante e mostra como a decisão pode afetar o mundo dos negócios.

O personagem Frank, que é interpretado pelo ator Kevin Spacey, está liderando a sua vingança contra seus adversários na política. 

Na série também há bastante lições envolvendo negociações.

  • Breaking Bad:

Essa série é sobre um professor de química que descobre uma triste notícia, que está com câncer terminal. 

Esse personagem é o Walter White, interpretado pelo ator Bryan Cranston.

Ele perde o emprego e procura uma forma de conseguir um dinheiro para sustentar a família e começa a vender coisas ilegalmente, porém, não sabe nada e consegue empreender de uma forma surpreendente.

Os pontos do empreendedorismo destacados na série são o gerenciamento de produção, distribuição, lidar com a diversidade, etc.

  • The Office:

Essa série é mais voltada para o mundo da comédia, ajudando nas lições sobre o empreendedorismo, porém de forma inversa.

Ela mostra a rotina de um escritório, onde os personagens precisam lidar com certas situações. 

Essa série ajuda bastante a entender como exercer a liderança de forma confiável e firme e motiva você a seguir os mesmos objetivos que os da empresa.

  • Mad Men:

Infelizmente, essa série foi finalizada em 2015, mas até hoje é usada de exemplo para o empreendedorismo.

Mad Men mostra a rotina de um dos maiores donos de uma agência de publicidade de 1960, abordando bastante a questão da ambição, das frustrações e as brigas pelo poder. 

Você encontrará algumas dicas valiosas sobre o marketing que todo empreendedor deveria saber.

  • Chef’s Table :

Essa é a série mais diferente de toda a lista, focada no ramo de culinária. 

O seu intuito é mostrar o que passa na mente de determinados chefs mais experientes.

Essa série vale muito a pena assistir, não apenas pela culinária, mas porque dá dicas valiosas sobre empreendedorismo e gestão que podem ser inseridas em qualquer negócio.

Logo mais chegará a terceira temporada, então corre para maratonar a tempo.

  • Silicon Valley:

Essa série mostra como seis desenvolvedores conseguiram uma carreira brilhante em um polo de empreendedorismo bastante inovador na Califórnia.

É interessante assisti-la porque mostra a criação de uma startup, como crescer rápido e de qual forma conseguimos investidores.

  • The Profit:

É mais considerado um reality show do que uma série de fato, em cada episódio o personagem principal tem um desafio que é salvar uma empresa que está prestes a falir.

Ele se torna sócio de cada empresa e elabora um projeto, revolucionando o negócio.

Essa série é ótima para quem deseja ampliar a visão de empreender.

  • GirlBoss:

Nossa última indicação é uma série recente, que é focada na história de Sophia Amoruso. 

Nela há um pouco de comédia para prender mais o telespectador.

A trama mostra uma rebelde que está totalmente falida e consegue recuperar-se, abrindo um negócio online.

O maior desafio mostrado na série é conseguir ser seu próprio chefe.

Conclusão

Esperamos que este artigo tenha ficado muito claro para você, nossa intenção era dar dicas para os novos empreendedores, e ainda no nosso bônus, indicar algumas séries sobre o empreendedorismo.

Agora que você é o nosso jovem empreendedor, pode começar a colocar em ação nossas dicas. Clique aqui, e inicie sua estratégia de marketing agora mesmo!

Lembre-se de conferir os nossos outros artigos, tem bastante conteúdo rico.

Se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários ou entre em contato conosco.

Até o próximo artigo!

Compartilhe:

Deixe um comentário