Usina de Reciclagem de Pneus

Usina de reciclagem de pneus
Trabalhar com reciclagem de pneus é um excelente negócio para se investir. Veja como começar sua usina de reciclagem de pneus.

A borracha dos pneus velhos pode ser reutilizada para muitas outras coisas e por isso, montar uma usina de reciclagem de pneus pode ser um negócio.

Ela pode ser usada na composição do asfalto de rodovias e ferrovias, na criação de tapetes, na estrutura de campos de futebol e de grama sintética, pode ainda servir para fabricar tiras usadas em móveis estofados, também são utilizadas em pisos de quadras poliesportivas, em forrações termoacústicas, em pisos anti-vibratórios, em solados de sapato, enfim, a borracha pode ser comercializada para fábricas que precisam da borracha para fazer seus produtos.

Contudo, não é somente ela que pode ser aproveitada, há também ainda dois elementos presentes nos pneus que também entram no reciclagem: o aço, que pode ser usado nas siderúrgicas e fábricas que o utilizam como matéria-prima para outros produtos. Também há o nylon, que pode ser vendido para indústrias têxteis.

Como está o mercado

O mercado no Brasil ainda precisa de mais estímulos para caminhar e se expandir. Embora existam duas resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) que obrigam os fabricantes e importadores a destinarem adequadamente os pneus que não servem mais, as regras não são completamente respeitadas. Sendo assim, a principal matéria-prima de um dono de usina de reciclagem de pneus pode estar sendo desperdiçada.

A reciclagem do produto ainda não é regulamentada e não há incentivos fiscais para aquelas empresas que reciclam, nem para as que compram os reciclados.

De acordo com pesquisa feita pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), entre os anos de 2002 e 2011, o destino inadequado de pneus foi de 2,1 milhões de toneladas. Nesse época, os importadores de pneus novos cumpriram 97,03% das metas, os fabricantes, 47,3% e, os importadores de usados, 12,92%.

Assim, é possível ver vários pneus jogados em lixões, na beira de estradas, nos rios e no quintal de casa, tornando-se um problema de saúde pública, podendo armazenar água e ser um criadouro para o mosquito da dengue e ainda trazendo transtornos ao meio ambiente.

A dificuldade existente é que há um custo alto de coleta e de transporte de pneus velhos e isso é o principal entrave ao desenvolvimento do mercado como um todo. Além disso, as pessoas não sabem exatamente o que fazer com um pneu que não serve mais para nada, falta informação.

Tendo em vista esse cenário, o empreendedor que pretende entrar nesse ramo de atividade deve ser inovador, precisa ter em seu planejamento de negócio, muitos caminhos que deverão ser pavimentados para chegar ao sucesso. O olhar é de cada um: há aqueles que acreditam que tudo o que foi citado é um grande entrave e, ao contrário, existem outros que sentem mais força para entrar no mercado e vencer todas as dificuldades. A escolha é de cada empresário.

Clientes da usina de reciclagem de pneus

Os clientes da usina de reciclagem de pneus são os fabricantes de diversos produtos, tais como o de asfalto-borracha, tapetes, grama sintética, piso de quadra poliesportiva, fábrica de móveis, de calçados e muitos outros que tenham a borracha como matéria-prima.

Como os pneus também são compostos por nylon e aço, esses também podem ser vendidos para empresas que o reutilizem, como as siderúrgicas e indústrias têxteis.

Localização deve contar com vários pontos de coleta

A sede da usina de reciclagem de pneus deve estar em um local onde há fábricas que vão usar o


seu material, pois essas são os seus clientes. É importante conferir com o governo municipal se existe autorização para atuar em determinada região e essa informação só é obtida na prefeitura mesmo.

Outro ponto importante é conferir se os impostos estão em dia, se a planta do imóvel está correta, se os serviços de água, esgoto, luz, telefone, gás e segurança pública funcionam plenamente na região desejada.

Não há tanta necessidade de estar perto dos fornecedores, porque dada a desinformação da população, a opção que as usinas de reciclagem de pneus tem é de montar postos de coleta em diversas áreas da cidade onde atua, seguindo modelo de outras já existentes. Esses locais são disponibilizados e administrados pelas prefeituras e são neles que os pneus são levados pela empresa de limpeza urbana ou por borracheiros, recapadores e qualquer cidadão. Esses lugares devem ter regras de higiene e segurança.

Mas como colocar nas mãos do governo municipal uma ideia sua? Isso pode ser obtido por meio de parcerias. Todos sabem que atualmente os setores devem interagir para chegarem ao sucesso juntos, a promoverem uma sociedade melhor com união. É complicado somente o poder público ficar responsável pela saúde e meio ambiente, todos estão envolvidos e as empresas são membros sociais que devem dar as mãos a esse poder para então estabelecerem metas juntas, para finalmente conseguirem alcançar os seus objetivos em comum.

Um exemplo de parceria: enquanto a prefeitura disponibiliza pontos de coleta, a empresa fica responsável por toda a logística de retirada dos pneus inservíveis e seu tratamento. Ao mesmo tempo ela também pode se comprometer a distribuir panfletos para a população sobre os riscos de se ter em casa pneus velhos, acerca da reciclagem e os seus os benefícios para o meio ambiente e para a sociedade como um todo.

Como tornar a usina de reciclagem de pneus conhecida

A atuação de uma usina de reciclagem de pneus é muito impactante para o meio ambiente, pois ela retira dele tudo aquilo que não seria aproveitado e ficaria ali durante anos e anos só prejudicando o ecossistema e dando possibilidade para o surgimento de doenças. Por conta disso, a linha de atuação de uma comunicação publicitária de um empreendimento como esse deve ser totalmente voltada à responsabilidade social.

Primeiramente, o cliente básico é a fábrica, seja ela de calçados, de tapetes, enfim, seja qual for o ramo industrial. Então o esforço de comunicação deve ter ênfase nele, mas não esquecendo que existem ainda outros agentes envolvidos nesse processo.

Os clientes devem ter conhecimento integral dos benefícios de aproveitar uma borracha de pneu velho, por conta disso, é necessário um planejamento extenso de marketing que englobe os canais necessários para haver a comunicação.

Fora isso, para o sucesso do negócio, é preciso haver a contribuição da sociedade, que será a principal fornecedora de material reaproveitável. Essa sociedade estará nomeada, acima de tudo, como cidadãos. Se as pessoas não estiverem informadas profundamente sobre os benefícios da reciclagem, a cadeia produtiva pode ficar mais lenta.

Nos dois casos, seja com fornecedores, seja com os clientes, o esforço de comunicação deverá ser muito grande e precisará ser elaborado com muita precisão. Para isso, a pesquisa de mercado é fundamental para poder identificar os pontos por onde essa comunicação ocorrerá.

A publicidade em si é somente uma das ferramentas que será usada pelo marketing. Esse será capaz de verificar as necessidades e os desejos de todos envolvidos no processo e deverá solucionar a questão através de diversos meios, inclusive com a publicidade. Portanto, para aqueles que vão entrar nesse ramo, deverá haver muito estudo para entender bem esse mercado.

O que achou das dicas para ter sua usina de reciclagem de pneus? Comente!