Como Montar um Canil

Como montar um canil
Como montar um canil

Para quem curte animais e procura por uma oportunidade para iniciar um negóciomontar um canil pode ser uma boa opção. Afinal, o cão ainda é o animal doméstico mais prestigiado nas casas brasileiras e preferido entre crianças e adultos. Se você tem espaço e deseja trabalhar com cães como um negócio, está indo por um caminho bem lucrativo e com certeza de mercado crescente. Veja agora mais detalhes de como montar um canil.

O primeiro passo para que seu canil tenha sucesso é analisar o espaço. Se você já tem uma casa com uma grande área, pode usá-la com adaptações e ainda tem a vantagem de residir no ambiente, cuidar de perto do bem estar dos animais, sem contar que o custo se torna muito mais baixo! Caso tenha que encontrar um espaço, dê preferência a um local longe de bairros residenciais. O ideal são casas amplas como sitio, chácaras ou fazendas, pois os animais podem fazer barulho e correr a vontade, sem incomodar os vizinhos.

Embora seja uma triste realidade, existem pessoas que não suportam “incômodos”, podendo fazer algo horrível com os animais, como envenená-los, roubá-los ou até mesmo agredir. Por isso, dê preferência por montar um canil longe da vizinhança.

 

Escolhendo os cães ao montar o canil – Cão ideal para venda

Todos os animais encontram um dono, mas é importante saber com que raças trabalhar após montar o canil é mais rentável. Seu espaço pode influenciar muito nisso.

Os cães menores tem melhor aceitação no mercado, e o custo de manutenção é menor. Pondere todos os fatores (mercado consumidor, instalações e custos de operação) e decida pela melhor raça ao montar um canil.

Por exemplo: montar um canil com cães de grande porte em regiões metropolitanas onde o público alvo reside em apartamentos, aparentemente não é uma boa opção, não acha?

Pesquise em revistas de criadores e pergunte a veterinários quais as raças estão em alta, tem mais saída e frequentemente são especuladas pelos clientes. O mercado de cães para venda também obedece à lei da oferta e demanda, assim, existe sempre as raças mais procuradas, logo, valem mais e tem o retorno garantido, pelo menos, dificilmente ficará com cães por longos meses sem conseguir vender.

Consulte características da raça para ver se vale a pena cuidar deles por um bom período até que encontrem um dono, sempre releve a possibilidade de não encontrar e ficar com mais um animal, o que representará custos e transtornos.

O local para montar o canil

Após escolhidas as raças para montar o canil, é preciso partir para a estrutura física antes de receber os animais. Dependendo do porte do cão, o local onde eles vão dormir vai ser menor ou maior. O ideal é criar casas individuais para que eles tenham cada um sua vasilha com água e comida, evitando disputas. O adestrador irá tratar do hábito deles dormirem no mesmo local, comerem sempre em suas rações destinadas, entre outros comportamentos que irá ajudar ao dono.

Pode parecer bobagem em um primeiro momento, mas por favor, não ignore! TENHA UM ADESTRADOR ao montar um canil, não cometa este erro burro. Um adestrador não apenas tornará seu trabalho mais fácil, mas também lhe dará as dicas que você precisa para alavancar seus ganhos.

Obs: Vocês sabem que eu dificilmente negrito e sublinho algo, então, se fiz, é porque é importante mesmo!

É importante deixar uma grande área a céu aberto para que os animais possam se exercitar ao ar livre, com espaço com sombra para descanso, lembrando sempre de colocar vasilhas com água. Precisa ainda ter um local especifico para tosa e banho, bem como para que o veterinário possa ir examinar os animais individualmente, sem que os outros cachorros atrapalhem.

Em casas de criação, é comum que


o veterinário vá visitar para fazer os exames de rotina ou partos em caso de complicações na gravidez. Como é mais de um cachorro, é mais cômodo para o criador convidar o profissional a se deslocar até o canil. É preciso ter um veterinário vinculado ao canil para acompanhamento, isso é exigido e cobrado em lei.

Ei, atenção aqui! Os crimes ambientais estão cada vez sendo mais punidos, cuidado para não configurar nenhum MAL TRATO aos cães, você poderá ter sérios problemas.

O investimento inicial para montar um canil pode chegar a R$ 5 mil reais,  dependendo do conforto, que será bem valorizado e observado pelos compradores na hora da visita para a escolha dos filhotes. O retorno virá em breve, não se preocupe. O custo dos animais varia conforme a raça, podendo superar 10 mil reais reais um casal de pedigree puro por gerações.

Fluxo de caixa e sazonalidade ao montar um canil

Como não é sempre que você terá cães para venda, sendo que alguns especialistas recomendam apenas uma cria por ano, você precisará fazer um planejamento financeiro e operacional do canil. Tente operar o canil de maneira que você sempre tenha cães para venda, bem como um capital de giro de sobra.

Faça seu planejamento financeiro de maneira a responder algumas questões como: Qual a capacidade de produção do canil ao mês, dado a capacidade de gestação anual e o número médio de filhotes gerados pela raça escolhida. Qual o valor médio de venda de cada cão? Faça estes cálculos e você terá uma valor médio de receita mensal.

Outra opção para diminuir este efeito da sazonalidade ou da baixa produção em alguns períodos é aliar ao canil outros tipos de produtos e serviços como:

  • Venda de matrizes e reprodutores;
  • Serviço de hospedagem de cães;
  • Serviço de banho e tosa;
  • Adestramento de cães;
  • Revender cães de outros canis.
  • Venda de produtos para cães, etc.

Com estas medidas você terá uma parte do negócio com uma receita frequente para bancar os custos fixos do canil.

Licenças e documentação para montar um canil

Para ter um canil em funcionamento é preciso ter uma licença no Centro de Controle de Zoonoses da cidade, que irá fazer uma inspeção pessoalmente e saber se os animais têm condições de sobreviver. Será observada higiene, local de alojamento para os cães, alimentação, estado de saúde dos animais e se há um veterinário responsável.

Ele não precisa trabalhar diariamente no canil, mas precisa fazer visitas periódicas no espaço e ser responsável pela saúde dos cães.

Planejamento de marketing do canil

Não basta montar um canil, é preciso vender os cães para gerar receita para o negócio. Principalmente se a região escolhida para montar o canil for mais afastada, provavelmente, você terá maior dificuldade para comercializar os cães, ainda mais no começo, quando sua empresa ainda não for conhecida. Nesta etapa, quanto mais você conhecer do seu produto e do perfil de cliente que o comprará mais fácil será atingi-lo.

Pense comigo! Por que não criar um site? É fácil, existe como montar um site grátis, online, assim, seu negócio poderá focar não apenas na sua região física, mas sim aos limites do Brasil inteiro! Veja mais em como montar uma loja virtual.

De modo geral você poderia divulgar seu canil em:

  • Jornais locais e revistas;
  • Panfletos para distribuição em locais com grande fluxo de pessoas e veículos;
  • Folhetos e cartões de visitas;
  • Parcerias com pet shops e casas de produtos agropecuários;

Montar um canil, como qualquer outro tipo de negócio, necessita planejamento e avaliação dos aspectos de mercado, financeiros e operacionais do negócio. Caso você não tenha experiência ou tenha dificuldade consulte o Kit Como Abrir Um Negocio.

E você está pensando em montar um canil? Comente abaixo!