Como montar um bazar de roupas usadas

Algumas pessoas adoram comprar roupas novas em folhas, mas outras querem economizar um pouco em gastos e optam por comprar roupas em bazar de roupas usadas. Esta é uma alternativa que pode ser voltada para a baixa renda, mas também pode ser um estabelecimento comercial de luxo, vendendo roupas de grifes usadas. Nas duas opções, este empreendimento pode ser uma ótima forma de investimento e lucros. 

Um bazar de roupas usadas não passa de uma loja que vende peças de roupas a baixo custo. São roupas usadas, mas em boas condições de uso, geralmente compradas de outras pessoas com baixo custo, em sua grande maioria peças que não cabem mais em seus donos ou que apenas foram usadas uma ou duas vezes e já descartadas.

Veja também:

Alguns bairros populares contam com este empreendimento como opção de compra de peças para o guarda roupa principal, uma vez que a maioria das pessoas não pode comprar peças novas em lojas de alto custo. Um vestido de festa pode custar R$ 500 reais com bastante facilidade, tendo o custo reduzido em menos de R$ 50 reais ao ser adquirido em um bazar. Em alguns bazares de roupas usadas podemos comprar vestidos de noiva, ternos e até sapatos de grife, podendo ser uma extensão: vender acessórios de moda.

Não existe uma regra do que vender de fato em um bazar. Algumas pessoas vendem jeans, outras segmentam em apenas roupas de festas e outras vendem de tudo um pouco, sendo peças tanto masculinas como femininas. O que deve ser evitado é vender roupas de banho e peças íntimas como calcinhas, cuecas e sutiãs, pois há um contato com a pele que deve ser evitado por ser considerada uma peça a ser usada individualmente.

Se você quer montar um bazar de roupas usadas, saiba que o lucro deste modelo de comércio não é dos maiores, mas pode ser uma boa pedida para quem curte comércio e tem como conseguir peças, nem que seja de uso próprio. E se você vai levar adiante esta sugestão de tema de novo negócio, veja a seguir algumas informações que podem te ajudar a investir. Veja neste link as 40 maiores franquias de roupas brasileiras.

Público-alvo 

O publico alvo de um bazar de roupas usadas  é definido pelo pequeno empreendedor. A pergunta a ser feita é: quem são seus clientes? Você precisa definir para a partir daí partir para montar a estrutura. Aqui há duas formas: bazar de roupas usadas chiques, de grife, e bazar de roupas usadas baratas.

Na primeira opção, seu público-alvo é classe média baixa, que admira as peças, mas não pode comprar de marcas como Versace, Chanel, Colcci, entre outras. Uma peça de tais marcas pode custar entre R$ 100 reais e R$ 1.500 reais, e vendida em um bazar por no máximo a R$ 200 reais.

Outra opção é vender roupas comuns, tradicionais e sem grifes renomadas no mercado, que podem ser vendidas entre R$ 5 reais e R$ 20 reais a peça, sendo um pouco mais caros os vestidos de festas. Para este modelo, seu empreendimento será voltado para classe média baixa, subúrbio e deve ter um lucro baixo, mas constante. A definição do público-alvo é que vai definir o custo e montagem da estrutura.

Veja mais opções de negócios ligadas ao vestuário:

Concorrência e localização 

O formato de loja de bazar de roupas usadas é conhecido, mas não é muito popular. Não há uma concorrência porta a porta e em algumas cidades sequer há um bazar de roupas usadas, o que pode ser uma boa notícia para quem quer montar o seu empreendimento.

Quanto à localização, seja meticuloso na escolha do espaço, seja alugado ou comprado. O ideal é estar onde o seu público-alvo está. Opte por um espaço que esteja perto da sua clientela, seja ela de alta ou baixa renda. Se for montar um bazar de roupas usadas popular, procure avenidas e ruas movimentadas próximo a outros estabelecimentos comerciais e monte um espaço bacana, com letreiro e informações claras sobre qual o seu ramo de negócio.

Caso esteja investindo em um empreendimento para o público de classes mais altas, opte por estar em bairros de classe média com a mesma dica do outro modelo, em locais movimentados e de fácil acesso para carros, motos e ônibus.

Estrutura 

A escolha do ponto comercial é


semelhante para abrir uma loja de de roupas novas, como todas as outras. Você vai precisar de um local de ao menos 30 m² com prateleiras, manequins para os produtos e também um espaço para o estoque, caso queira guardar algumas coisas. Seu espaço deve ter ao menos 40 m² para comportar tudo com folga e não pode ser esquecido o banheiro, mesmo que seja para funcionários, e um provador para os clientes com espelho de corpo todo e caso possa um banquinho e ganchos para que eles coloquem suas peças e bolsas. Estas dicas acima valem tanto para um bazar de luxo como para um popular.

Quando falamos de um bazar de roupas usadas para o público popular, uma alternativa é montar um bazar em sua casa e economizar em sua estrutura. Caso prefira, o bazar pode ser montado em seu quintal ou até mesmo em sua garagem, um modelo bem norte americano que faz sucesso feito por temporadas ou permanentemente. Os gastos são simples para montar a estrutura da loja e um balcão é recomendado para pagamentos, sem precisar necessariamente de um espaço para administrativo. Poucos pontos comerciais pequenos possuem sala para gerência.

Como organizar o seu bazar de roupas usadas

Para montar um bazar de roupas usadas é preciso reunir e fazer a organização das peças como blusas, calças, camisas, tops, entre outros, separando assim cada acessório por categoria. Após fazer está separação e deixar tudo bem organizado é a hora de atribuir o preço de cada peça. Para avaliar, é preciso ser justo e levar em conta o valor que pagou por determinada peça. Caso não recorde o valor, leve em consideração o números de vezes em que tal acessório foi utilizado. Com isso é possível chegar a um preço justo. É bastante importante que neste momento você seja bastante correto e não tente se aproveitar, pois caso isso ocorra o seu bazar de roupas usadas não fará sucesso.

Depois basta arrumar seu bazar, porém, isso deve ser feito de uma maneira que deixe o bazar de roupas usadas bem atrativo. Ou seja, deixe tudo separado por categoria e a mostra. Caso queira um bazar mais sofisticado, o ideal é montá-lo como se fosse uma loja convencional de roupas novas, investindo assim na aparência do local e na arrumação das roupas. Desta forma o número de clientes será bem maior. 

Capital inicial para investimento 

Montar um bazar de roupas usadas não requer um investimento inicial muito alto, variando entre R$ 2.000,00 reais e R$ 3.000,00 reais para montar a estrutura e bem menos que isso se estiver falando de um bazar popular. Estima-se um retorno em menos de um ano. A maior parte do investimento vai para o capital de giro do negócio que deve ficar em torno de R$ 10.000,00 reais.

Como conseguir produtos para vender 

O maior gasto mesmo será para ter as roupas, que você pode estar se perguntando como fazer. Você pode comprar de pessoas, de outros bazares ou até pela Internet. Algumas pessoas vão a feiras de usados para comprar os produtos ou colocam placas em sua loja e esperam que os clientes apareçam para vender o que há no estoque.

Na hora de efetuar as compras de roupas usadas para o seu bazar é importante que tenha bastante cuidado nas escolhas. Escolha produtos que estejam em perfeito estado. Fique atento também a cheiros, pois as roupas devem estar limpas e com cheiro bem agradável. Caso compre em bom estado, mas extremamente guardada por anos, o que vai acontecer muito, lave em casa ou em uma lavanderia, ou você pode contar ainda com uma máquina de lavar, caso tenha espaço para tal.

Muita gente amplia o bazar de roupas usadas para produtos do lar a serem vendidos usados também, uma boa alternativa para quem quer lucrar de diversas formas. Você pode vender sapatos, bolsas, cintos e ainda itens como acessórios de cabelo, espelhos e até vasos. Pode ser uma boa pedida se seu bazar de roupas usadas for espaçoso e são itens legais para vender. Confira 100 franquias baratas e lucrativas.

Dicas para montar um bazar de roupas usadas

É preciso ter controle do que entra e do que sai do estabelecimento. O ideal é investir em equipamentos de controle como um computador e um sistema que controle toda a movimentação do bazar. O bazar de roupas usadas  também deve oferecer diversidade para atrair diversos públicos-alvos. Com essas dicas o bazar com certeza será um sucesso.

É importante investir no marketing para tornar o novo bazar de roupas usadas  conhecido. Também é importante ter responsabilidade com hora de funcionamento e demais fatores como as contratações que serão feitas. Ou seja, tudo deve funcionar como uma loja convencional para assim gerar lucros e alcançar o sucesso desejado.