Como Abrir Uma Confeitaria

Como Abrir Uma Confeitaria
Como Abrir Uma Confeitaria

Veja a forma mais simples de abrir uma confeitaria e como manter seu negócio para gerar renda. Confeitaria é o tipo de negócio que não precisa de época para gerar lucros. Quando nos referimos à época, quer dizer em relação a temporadas, caso que enfrentam os donos de sorveteria que no inverno tem as vendas caindo drasticamente, de lanchonetes próximo a escolas que nas férias vendem pouco ou fecham, entre outros. Com uma confeitaria não há esta desvantagem, apenas épocas que vendem mais, que são geralmente fim de ano e maio, o mês das noivas.

Tenha em mente que uma confeitaria é como outro negócio qualquer, os pilares e administração são idênticos, por isso, saiba como montar empresa ou faça um curso intensivo de administração.

Para quem não conhece o ramo, uma confeitaria é um tipo de loja de alimentos especializada em bolos confeitados. Os tipos de bolos vão depender do dono e do padeiro ou cozinheira que irá trabalhar ou fornecer, e ai conta a criatividade.

Existe no mercado atual confeitarias especializadas em bolos de noivas, apenas de bolos para festas sob encomenda, bolos para eventos corporativos e as que vendem bolos confeitados todos os dias, não importa a época ou o tema. A maioria trabalha sob encomenda e oferece bolos com decoração personalizada, que é por isso que muitas pessoas procuram este tipo de loja. Se você está iniciando neste mundo, sugiro fazer um bom curso de confeitaria.

Como registrar uma confeitaria

O primeiro passo para abrir uma confeitaria é cuidar da parte legal. Este tipo de empreendimento é uma loja, o que muda é o ramo de atuação. Por isso, é importante que se registre legalmente a empresa através da abertura de firma. O primeiro passo deve consultar e contratar um contador de confiança, pois o processo é lento e se for feito incorretamente pode demorar mais de três meses.

Já que falamos em contador, já pensou em montar um escritório de contabilidade?

É preciso registrar o negócio na Receita Federal e Prefeitura da cidade, para assim ganhar um CNPJ e poder ter direito a emitir nota fiscal. Essa é a forma de agir legalmente e pagando os impostos, não terá problemas com a fiscalização.

Depois de aberta a empresa e ter escolhido o local, é preciso cuidar da Vigilância Sanitária. Todo empreendimento que envolve venda ou manuseio de alimentos deve ter o selo de autorização da Vigilância Sanitária. A taxa varia de acordo com a cidade e é pequena, cerca de R$ 50 reais, mas sem o selo o estabelecimento pode ser multado e fechado caso o órgão note que há normas irregulares. O contador irá cuidar de todas essas etapas e também da taxa de bombeiros, que deve também fazer uma fiscalização no ambiente e emitir certificado.

Você poderá também criar uma marca e registrá-la, não sabe fazer isso? Veja abaixo:

Alguns desses valores são anuais, como o Corpo de Bombeiros e a Prefeitura. O talão fiscal é pago toda vez que precisar de um, quando as notas acabarem. Só é impresso em gráficas autorizadas pela Prefeitura.

Local para abrir uma confeitaria

É importante escolher um ambiente que facilite tanto a venda quanto o trabalho. Locais em avenidas são excelentes, próximos a padarias e centros comerciais.

Se voltar sua confeitaria apenas para bolos de casamento, fique perto de lojas de vestidos de noiva e aluguel ou ainda perto de casas de festas. Conversas com os donos de tais estabelecimentos para pedir uma divulgação com cartão de visita e panfletos é uma ótima forma de receber clientes.

Antes de escolher o ambiente é preciso pensar se você irá fazer os bolos ou apenas o decorar. Existem alguns donos de confeitarias que acertam com padarias ou boleiros o fornecimento dos produtos (bolos) e os compram de acordo com a demanda, mas nem sempre é um bom negócio.

Mais barato mesmo é de sua própria fabricação, pois as pessoas terão mais confiança em saber que o próprio empreendimento fabrica o produto e você não corre o risco de vender um produto


sem saber a procedência. Por mais que se confie, acidentes podem acontecer.

Você pode gostar de ler o nosso texto sobre como vender mais e melhor e também dicas de vendas, irão lhe ajudar!

Caso os bolos sejam preparados e cozidos na própria confeitaria, será preciso espaço para uma bela cozinha, pois no ambiente devem ficar o forno de padaria ou fogão industrial, ambos ocupam espaço. Deve ser bem ventilada porque enquanto assa o bolo os fornos, seja qual for, emitem calor e o ambiente pode ficar insuportável. Deve ter também mesa e espaço para trabalhar no bolo, enquanto confeita e depois quando pronto até a entrega do cliente.

É interessante contratar uma empresa especializada para fazer o estudo da peça e elaborar a parte arquitetônica e funcional.

Na parte externa, de atendimento ao cliente, algumas confeitarias colocam mesa de atendimento para que os clientes possam fazer prova do bolo antes de escolher o sabor. É possível também abrir espaço para uma lanchonete e vender fatias acompanhadas de café, sucos ou refrigerantes. Para tal, será preciso também ter um mostrador de vidro, freezeres e geladeiras para bebidas. Mas tudo isso é um adicional, pode ser ou não instalado. Porém, caso faça da sua confeitaria também uma lanchonete, poderá lucrar de duas formas.

Como divulgar uma confeitaria

Vender bolos confeitados não é difícil porque a clientela precisa do produto. Geralmente quem entra em uma dessas lojas é porque quer comprar, já tem em mente que está à procura de um bolo confeitado. O problema na maioria das vezes é que ele nem sabe que existe uma confeitaria em seu bairro.

A melhor forma de divulgar este tipo de empreendimento é através da mídia mais simples: panfletos e cartões de visita. O empresário, dono do negócio, deve sempre ter em mãos um cartão de visita para se divulgar e entregar em festas e eventos nos quais for.

É comum, em casamentos, outras pessoas dizerem que estão em busca de um bolo para seu próprio casamento ou de um parente, é ai que você entra e oferece seus serviços.

Uma boa forma de saber mais sobre o assunto é através do nosso texto exclusivo e direcionado apenas para ensinar como divulgar serviços.

Panfletos sempre são uma boa opção para entregar em casas ou deixar em lojas relacionadas a confeitaria, como é o caso das lojas de aluguel de noiva, casas de festas e eventos e salões de recepções. Converse com os donos e diga que gostaria de deixar seu material. Faça o panfleto com boa qualidade, revisão mais de uma vez para que erros de português não constem no material e com fotos de boa qualidade de seus bolos, e não tiradas de Internet.

Dicas de como manter uma confeitaria de sucesso

Após abrir a confeitaria e divulgar, o processo mais lento, porém não menos importante, é a gerência do negócio, pois sem boas vendas ele não irá se manter. A primeira dica é ter bastante carinho com o produto que irá vender. Caso não seja você quem vá fazer os bolos, tenha certeza que a pessoa que irá ficar encarregada desta parte será realmente boa.

Pensamento simples para confeitaria: se o bolo é ruim, o cliente não volta e ainda avisa aos outros que seu produto é péssimo, seu negocio não vai fazer sucesso. Faça teste de receitas antes de vender aos clientes e prove você mesmo para conferir a qualidade.

Não use produtos baratos demais, pois o barato pode sair caro. Muitas confeitarias perdem clientes porque ao decorar os bolos, optam pelo açúcar mais barato para lucrar e anilinas para colorir o doce que jamais foram vistas no mercado. O resultado pode ser um bolo lindo, mas totalmente não comestível.

Lembre-se de aprender a administrar seu negócio, ou seja, como montar uma loja, é algo que você deve saber “na ponta da lingua”, caso tenha dúvidas, visite o nosso texto de como abrir um negócio!

Ao firmar um prazo de entrega de um bolo, faça tudo para cumpri-lo. Um casamento não pode mudar de data ou uma pessoa não pode fazer aniversario em outro dia. Empresas que não cumprem prazos ganham má fama e podem receber um processo posteriormente por Danos Morais.

E você está pensando em abrir uma confeitaria? Comente abaixo!